sábado, 25 de abril de 2009

Across the universe



Anos 60. O mundo está envolvido em revoluções, guerra do Vietnã, juventude e rock. Representações de Jimmi Hendrix, Janis Joplin, Kurt Cobain e música dos Beatles compõe esse belo filme do ano de 2007. Ao fundo uma bela história de amor em forma de musical. Sensível, belo, cenas magníficas e repletas de simbologias do universo dos quatro de Liverpool. Poesia em forma de película. Jo-Jo, Prudence, Sadie, Max, Lucy e Jude. Impossível não se apaixonar por eles.

Hey Jude ((queria que essa música tivesse sido escrita pra mim-Hey Ju...))


"
Hey, Jude, don't make it bad,
Take a sad song and make it better

Remember to let her into your heart,

Then you can start to make it better.

Hey, Jude, don't be afraid,
You were
made to go out and get her,
The minute you let her under your skin,

Then you begin to make it better.

And anytime you feel the pain,

Hey, Jude, refrain,

Don't carry the world

Upon your shoulders.

For well you know that it's a fool,

Who plays it cool,

By making his world a little colder.

Na na na na na na na na na.

Hey, Jude, don't let me down,

You have found her now go and get her,

Remember (Hey Jude) to let her into your heart,
Then you can start to make it better.

So let it out and let it in,

Hey, Jude, begin,
You're w
aiting for someone to perform with.
And don't you know that is just you?

Hey, Jude, you'll do,

The movement you need
Is on your shoulder.
Na na na na na na na na na.

Hey, Jude, don't make it bad,

Take a sad song and make it better,

Remember to let her under your skin,

Then you'll begin to make it better.

Better, Better, Better, Better, Better.

Na, na, na, na na na na, na na na na,
Hey Jude.

Na, na, na, na na na na, na na na na,
Hey Jude.

Na, na, na, na na na na, na na na na,
Hey Jude.

Na, na, na, na na na na, na na na na,
Hey Jude.

Na, na, na, na na na na, na na na na,
Hey Jude.
"

BJu!

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Semana estressante


Essa semana foi dura. Maldosa! Quase não acredito que sobrevivi a ela... Teve feriado na terça, mas ainda assim ela foi compriiiiiiiiiiiiida... tudo porque ela começou ((a discórdia?)) ainda na sexta passada... Ah, nem me lembre de sexta passada! PORRE! Daí veio um belo fim de semana? Belo? Quase... trabalhei no sábado e já engatei com trabalho, no domingo descansei com a consciência pesada... Segunda emendar. Emendar? Que nada. Trabalhei mais, ah e ainda fui a faculdade mesmo sem ter aula pra fazer trabalho, trabalho esse que continuamos na terça, em pleno feriado. Mas tudo bem, pois valeu a pena. Apresentação de trabalho excelente! "Mais feliz", como diria o sábio... :) Mas esse foi one down, pois tinha seminário ((argh!!)) pra apresentar. E foi um Deus nos acuda... E deu tudo errado... E no trabalho aquele porre! E eu tomando na testa... Aff! Chega, né? Força na peruca que as próximas semanas serão todas neste estilo... BJu!

terça-feira, 21 de abril de 2009

Desapaixonante??? Eu sou é trouxa mesmo!!! Toma na testa!!!


"Vcs viram como eu estava feliz no Point...Tbm com a companhia de vcs todos, o Leandro tocando música boa, e a apaixonante da Juliana ao meu lado o que mais eu poderia querer.Forte abraço pra vcs.

vc arrazou que linda menina em mto meiga arrasou bjao!"


((tsc, tsc...povo nem sabe escrever...))

Vatefuder!

Friends... ((vai caçar sua turma))




Amizade é um troço complicado... Vou ser sincera em dizer que não acredito muito nisso não. Mas isso se dá pelo fato que já me decepcionei muuuuuuuito.


Saco, é complicado você abrir a porta de seus pensamentos, sentimentos, vontades pra um desconhecido. Imagina pra vários então!? Pois é. Tô cometendo esse "erro" de novo. Encontrei minha "panelinha" ((arrgghhh!-termo idiota do caramba, quem inventou isso?))


Acho que o mais bacana são as diferenças entre nós, mas que no final das contas, faz a liga...


Vou sincera novamente e dizer que não amo vocês o tempo inteiro ((não fiquem bravos, mas tenho meus rompantes de chatice!!)), mas amo vocês o tempo suficiente pra não parar de pensar em vocês, me preocupar ((vocês estão comendo direitinho? Estão dormindo direitinho? Olhando para os dois lados pra atravessar a rua? Usando camisinha? Respeitando os mais velhos? Mamãe tá de olho, hein?!)) e querer sempre ver a felicidade estampada em seus rostinhos tão serelepes e cativantes. Vou abrir um parêntese básico pra falar de outros amigos: Marina, Amanda, Cáthia, Rê, Ju... anjos na vida, que não me ajudam em tudo, mas me ajudam bastante dentro da especialidade de cada um. Amo muito! Queria poder agradecer, mas se já puder ajudar a todos quando for necessário, e dentro da minha especialidade... Hehehe...




André: Batalhador, atencioso, espirituoso, "mais feliz". Mamãe passou açúcar nele ao invés de talco e ele finge que não é com ele. Admiro demais! Quis ser amiga desde o princípio.


Guh: Engraçado, talentoso, amizade a primeira vista! Carinhoso, meu abraço gostoso... KKK...


Josi: Cativou no laço! Espontãnea, muito inteligente, sabe o que quer e vai atrás ((quando crescer quero ser que nem ela)). Meu apoio.


Nina: Tudo que quero ela tem... KKKK ((invejinha...)). Doce e ao mesmo tempo apimentada... Meiga e Hulk... Yin e yang ((viajei))... Progressiva e punk... Menina e mulher.




Quero bater uma foto deste momento incrível com vocês e guardar para sempre na memória. Nossos momentos micos, momentos sérios, momentos raivosos ((hulk??)), momentos tristes, momentos desabafos, momentos cansativos, momentos trabalhos intermináveis... Momentos de felicidade e descontração! Momentos que passei com vocês e vou lembrar! s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2s2




BJu!


domingo, 19 de abril de 2009

Jornalismo: Profissão ou Destino?


Eles costumam ler muito, e discutir mais ainda. Eles têm o dom da palavra e opinião formada para quase tudo. São curiosos e tendem a ser falantes. Fogem da rotina, querem novidade, novos personagens que constróem a história nossa de cada dia; (nos dai hoje). Ser jornalista é andar de um lado pro outro, carregando a sempre aliada agenda de contatos. Eles trabalham até de noite. E às vezes nos sábados e domingos também. Eles trabalham sob pressão, do relógio, do chefe e da população. Eles cultuam o bom português, buscam detalhes que ninguém vê, eles têm visão crítica, treinada. Eles também investigam, narram, escrevem. Eles não são artistas, mas muitas vezes vistos como tal, não são autoridades, mas são conhecidos como 4° poder. Eles não têm o direito de errar! Jornalismo; profissão ou destino? (Desconheço a autoria, achei na internet e amei! ♥)

sábado, 18 de abril de 2009

Faxina no coração


"That's it.
There's no way.
It's over.
Good luck..."

Tava meio cheio aqui dentro, sabe? Cheio de amor que não tinha para onde ir e ficava ali, ocupando espaço, sem falar naquela dorzinha chata de mágoa que insistia em derramar e fazer uma lambança...
Tô faxinando o coração que nem se faxina armário, tipo campanha do agasalho. Tô liberando aquele aquele monte de amor que ninguém usa mais ((que ninguém sequer usou)) para alguém que vá usar - e bem! Doando amor para aquecer outros corações.
Enquanto isso, meu coração mais arejado do que nunca, espera amor novo, amor usável, amor que me aqueça também, amor que me alimente, que me fortaleça, e não o contrário.
Amor que me ame!
Fica a máxima: "Só é seu aquilo que você dá."

"É isso.
Não tem mais jeito.
Acabou.
Boa sorte..."

BJu!

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Birra de Gente


Estou com "birra" de gente por estes dias. Segundo meu horóscopo, é porque estou mais introspectiva nesta quinzena (?), mas acho que é birra de gente mesmo. Não é raiva, é, digamos assim, desapontamento, talves seja comigo mesma esse desapontamento, então desconto nos outros.

Mas tem um agravante. Quando uma pessoa vira o rosto pra você quando você vai pra cumprimentá-la quer dizer alguma coisa, né? E não foi só uma vez que isso aconteceu não. É engraçado porque tento conversar, mas nenhum assunto meu vai pra frente, nenhum comentário meu é levado em conta. A auto-estima já fica lá no chão, até vir alguém, pra completar, que te surpreende ((eu digo, deixe as pessoas te surpreenderem)), só que não é uma surpresa positiva, e sim um comentário muito infeliz, um escárnio, que se não tivesse sido seguido de uma troca de olhares, poderia muito bem ter passado em branco e morrido somente com as palavras cuspidas no ar. Fui surpreendida com a decepção. Mas ainda acredito na minha porção "metamorfose ambulante" ((ou que isso é só uma fase, segundo a astrologia)). Acredito que a minha opinião sobre estas pessoas vai mudar e que mudarei a opinião destas pessoas sobre mim. Ai ai... É a tal fé na humanidade ((argh!!)). Mas fato é que, durante essa fase de introspecção, de birra de gente, de carência amorosa, de sensação de inutilidade, "não levo fé nehuma em nada não".

BJu!


Postada originalmente em 07/03/2008

Perguntas sem resposta


O que está havendo?
Nada do que fiz está certo?
Quem sou eu?
Onde está minha vida?
Como assim?
E agora?
Por que eu?
Por que assim?
Por que agora?
Por que não?

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Ah, o que não é a falta do que fazer...


Estou revoltada, assim como muita gente lá no 1º período de Comunicação Social. Algum a toa da vida, sem o que fazer e cheio de inveja e despeito, teve a brilhante idéia de mudar a senha de nosso perfil do orkut, ((todo mundo tinha acesso a senha... Isso é o que dá confiar nos outros...)) só que o gênio avacalhou junto com nosso blog e o mais importante e útil, nosso e-mail, onde os professores nos enviavam coisas necessárias pra nossa sobrevivência no curso.
Valeu, gente boa! Não consigo expressar com palavras minha imensa gratidão! A única coisa que consigo pensar é em um gesto utilizando o dedo do meio da mão, ah não! Peraí! Alguém muuuuuuuuuuuuuuuuito inteligente já usou esse gesto!
Palmas! É muito genial! Inteligente demais! Tô com muita inveja agora...
Como não pensei nisso antes?
Agora fiquei deprê! Pera que vou ali cortar os pulsos...
BLLLLEEEEEEEEEAAAAAAAAAAAAAAAARRRRRRGGGGGGGGG!!!

E eu pensava que o povo da minha van é que dava trabalho...
BJu!

sábado, 4 de abril de 2009

AmOOOOOOooo minha van II ((ou o bêbado e a sem-noção))


"Querido diário: Hoje fiz 2 novos amigos na minha van..."


Como se já não bastassem todos os meus problemas...

Aff... agora que as coisas estavam se encaminhando ao menos na ida, uma maior inteiração, compreensão, apesar dos quase-acidentes constantes ((e dos acidentes)) na ida, agora meu inferno astral se torna a volta!

Hoje, sexta-feir, depois de uma semana fodida, de prova-terrorista do Cacá, de alívio com Ana Mônica e Márcia, após dois horários vagos e as aulas tão peculiares de Sociologia, você naquela ânsia de chegar em casa, comer, descansar, dormir ((mesmo porque você não é filhinho(a) de papai e tem que "ralar" no outro dia)), pega uma van apertada, lotada, num banco que anda pra trás e ainda por cima, a falação de um bêbado e uma sem-noção, que podiam muito bem serem bêbados e sem-noção, desde que não incomodassem a mim.

Desde o trote, nunca fui com a cara daquele distinto, mas hoje ele se superou, e a sem-noção é também tão sem-significância que nunca tinha notado sua existência ((dias felizes aqueles)). A falação eu aguento, já aguentei muito, mas daí a zoar com a cara dos outros é pura babaquice! Zoar com a minha cara então é adquirir um encosto pro resto da vida.


Sem-Noção: _ Já reparou que a gente fala mal de todo mundo que desce?

Bêbado: _ Isso quer dizer que você é a próxima, caloura de comunicação.

Eu: _ Ainda bem que não vou tá aqui pra escutar.

Sem-Noção: _ Mas é lógico, a gente só fala quando sai.

Eu: _ É, porque já escutei tanto de vocês hoje...

((Saio. Risinhos e comentários bêbados e sem-noção))


Vatefuder!!!

Puxa vida, meu Deus! Como existe mala nesse mundo!

Eu queria ter uma bomba...

BJu!

((não para bêbados e sem-noção))

Para Josi ((tudo passa, até a uva-passa...))




Como uma Onda
Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi
um dia
Tudo passa, tudo sempre
passará
A vida vem em ondas,
como um mar
Num indo e vindo
infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu a
um segundo
tudo muda o tempo todo no
mundo

Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo
agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre

Como uma onda no mar

Como uma onda no mar

Como uma onda no mar

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Manual de "Como Ser Um Crítico De Música Moderno"


Manual de "Como ser um Crítico de Música Moderno"

1 - Não entender nada de teoria musical e nem tocar algum instrumento. Mas nada mesmo! Você não pode nem saber 'desenvolver' um solo do nirvana olhando uma tablatura dessas de revistinhas. Formar um acorde?? Tá louco meu irmão... se você soubesse fazer isso seria um músico, não um crítico.



2 - Fale sempre no gerúndio seguido de uma condição inexistente, isso é muito importante!! Por exemplo, no lugar de dizer "Eu vou te ligar na quarta", diga: "Eu estarei te ligando provavelmente na quarta". É claro que todos sabem que você é um desocupado e este 'provavelmente' está perdido na frase como quem diz que talvez surja algum compromisso, mas use-o mesmo assim. Utilize também nas perguntas. Ex.: "Me empresta esse CD do Nirvana?" traduza para "E quando você poderia estar me emprestando este CD do nirvana?"



3 - Diga que você escreve para fanzines e sites que ninguém conhece, eles devem possuir nomes interessantes como 'ranho' ou alguma sigla do tipo 'MVA2cB' que não tem significado algum.



4 - Quando você for a um show e ninguém mais da 'galera' tiver ido, diga a todos que este foi o melhor show da história daquele lugar, que o baterista, o Marquinho Pipoca (sempre invente um apelido, pra dar a entender que você tem intimidade com a banda) destruiu no show. Nunca esqueça de falar da acústica, lembre-se, a princípio ninguém entende de acústica, tudo o que você falar sobre isso terá crédito.



5 - Refira-se as pessoas sempre utilizando o nome completo. Ex.: "Neste fim de semana eu devo estar desenvolvendo um trabalho com o Márcio Magalhães Filho, sabe? aquele que esteve trabalhando com o Antônio Nogueira Júnior na década de 80".



6 - Use uma dessas bolsas indies de pendurar no pescoço. Não, você não é gay! Todos sabem que é um crítico musical, você tem o direito de usar tal bolsa e inclusive um all star.



7 - Nas rodinhas de conversa no corredor da facu de jornalismo sempre tente puxar um tema antigo, fale sobre o Forte Apache Playmobil ou Caverna do Dragão, suas chances de ter êxito em começar um momento nostálgico e ter sido "o cara" são de mais de 90%.



8 - Iluda um adolescente! Isso mesmo, pegue aquele pirralho que acabou de ganhar um contrabaixo da mãe e montou uma bandinha com outros três moleques e diga que eles têm futuro, estilo e personalidade.



9 - Compre esporadicamente um vinil de algum figura dito como brega tipo Cauby Peixoto ou Valdick Soriano em algum sebo e saia desfilando pela universidade dizendo que este artista foi a influência principal de alguma banda que está fazendo sucesso no 'cenário independente atual' (utilize sempre a palavra cenário).



10 - Nem pense em se formar, tranque a facu antes, ou comece a fazer história logo em seguida do jornalismo, lembre-se que o crítico é sempre um estudante de alguma coisa, jamais um formado. Existem exemplos bem sucedidos de alguns que abandonaram a facu dizendo não concordar com a metodologia de ensino, você também pode tentar esse caminho.



11 - Seu maior sonho é ser entrevistado pelo Jô, este que você considera o cara mais inteligente, culto e divertido da história da TV.



12 - Sempre demonstre ódio pelos grandes veículos de comunicação, mesmo desejando sempre ter um espaço neles.



13 - Não se desaponte quando a música daquele CD que era a mais desconhecida e por isso você dizia ser a melhor, começar a tocar direto na rádio. Diga a todos que finalmente a mídia lhe ouviu.



14 - Invente reuniões com diretores de qualquer coisa. Isto lhe renderá uma aparência importante e ocupada, todos acreditam em reuniões.



15 - Critique as bandas idolatradas pelas gerações anteriores. Diga que hoje em dia o Led Zeppelin não venderia mais de 1000 discos e que o Iron Maiden só fez sucesso na época porque os adolescentes queriam chamar a atenção dos pais utilizando camisetas macabras.



16 - Os Beatles devem ser a exceção da regra 15, sabe como é né? Beatles é Beatles... você ainda pode ganhar alguma moral dizendo que viu algum desenho de alguma coisa estranha na capa de algum dos discos. Você acha o Revolver o melhor, mas nunca admita isso.



17 - Tenha diversos e-mails. E-mail é de graça e pra quem não entende nada de internet vai achar que você é o bam-bam-bam com essa porrada de arrobas que antecedem o hotmail, zipmail ou bol.



18 - Se o Curt Cobain não tivesse 'engolido a azeitona', hoje em dia ele faria tanto sucesso que ninguém saberia quem foi John Lennon. Afirme sempre isso, gera polêmica e o cara já se foi mesmo, ninguém nunca vai ter como provar o contrário.



19 - Seja contra a pirataria, contra a indústria fonográfica e contra qualquer banda que venha a aparecer na Globo.



20 - Pronto! Você é um grande Crítico de Música Moderno! Agora é só esperar a MTV te chamar pra fazer um programa e seus amigos dizerem que você vendeu a alma para a mídia.


Essa tirei do blog do Tejota - As aventuras de Tejota no país dos idiotas... Acessem: http://favelinha.blogspot.com/




Epic