domingo, 17 de maio de 2009

Dores e amores


Postada Originalmente em 30/12/2007

Já parou pra pensar como seria bela a vida se a pessoa de quem você gosta também gostasse de você?

Acho que essa pergunta aflige a humanidade desde tempos imemoriáveis...

Será que existe amor correspondido?

Será que um dia saberei o que é isso?

Parece tão estranho imaginar que existe uma pessoa, que você pensa nela o tempo todo, faz planos pra vida ao lado dessa pessoa, e essa pessoa nem faz idéia disso, ou se faz, não está nem aí, ou porque não quer, ou porque outra pessoa felizarda já chegou na sua frente e já se apoderou do seu amor (((mesmo que você não concorde nem de longe que ela seja merecedora...))).

Daí eu paro e penso: será que o mesmo acontece comigo, quer dizer, será que corro o risco de estar esnobando o amor de alguém consciente ou não?

Se estiver, por favor me desculpe! Pois eu sei como é. Sei como é pensar em alguém mais horas do que deveria por dia e ter certeza de que no final das contas é outra pessoa que tem seus pensamentos... Sei como é querer dizer tudo o que você sente e se censurar, pois não sabe o que o outro vai pensar de você...

Já que dizem que o amor é algo tão bom, porque ele tem que ser tão doído?

BJu!

2 comentários:

  1. pq se ele não fosse doido, ele não seria tão intenso! =)

    te adoro ju

    BJu! quer dizer:
    Bjx... =)

    ResponderExcluir
  2. Ehh juu...
    O amor nao possui definiçoes, medidas, caracteristicas
    Por isso ele e tao loko...
    mas se n fosse assim tb, n teria todo esse ar magico em torno dele....

    O amor e abstrato
    assim como todos nos

    Carpe Dien =]

    ..:gUh:..

    ResponderExcluir

Epic