quinta-feira, 14 de maio de 2009

Pelo direito civil de se sentir mau-humorado!


Vamos combinar um negócio? Eu não me meto na sua vida e você não se mete na minha, ok?

Você tem todo o direito de estar feliz, apaixonado, com fome, sem-graça e de mau-humor. Eu não tenho nada com isso... Então não venha me encher o saco com o fato de eu estar "com a macaca" ((na sua opinião, é claro)), é um direito meu, mesmo porque, eu te tratei mal? Eu fiz alguma coisa que te prejudicasse ou a outro alguém? NÃO! Então pra que me azucrinar, meu Deus! Vá encher a paciência de outro, até porque eu estava bem, foi só essa fala besta vir a tona que me desestabilizou. Acredite, eu não estava de mau-humor, você ainda não me viu de mau-humor de verdade! Faça um grande favor a mim, deixe-me!

Não entendo essa mania das pessoas de achar que somos obrigados a ficar rindo o tempo todo que nem "bobo alegre" pra todo mundo, vem um e "te torra o saco" e você ainda tem que pedir desculpa? Não senhor! Me recuso! Quando eu estiver triste, vou me sentir triste, vou chorar, quando estiver feliz, vou sorrir, quando estiver mau-humorada, vou fechar a cara para incovenientes como você ((sim, eu sei muito bem diferenciar quem não tem nada a ver com meus problemas, então não vou maltratar ninguém, a não ser que esse alguém venha criticar o meu estado de espírito)), quando estiver de bem com a vida, vou cantar, e não porque assim foi padronizado, porque assim é melhor, mas simplesmente e puramente, PORQUE EU QUERO!


BJu, mas só pra quem merece! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Epic