quarta-feira, 29 de julho de 2009

Novidades!


Extra! Extra!
Ju começa a fazer estágio!
Medo, alegria, preocupação, curiosidade se misturam!
Como será?
Only time will tell!

Ah, tá! Tem gente sentindo saudade...
"Não espere eu ir embora pra perceber que você me adora e me acha foda!"-Pitty

BJu!

sábado, 25 de julho de 2009

Fazer o bem sem olhar a quem? Nunca nessa life!


Não sei porque tem gente que acha que pode ajudar todo mundo.
1º) Acredite, você não vai pro céu.
2º) A maioria das pessoas não merece ajuda.
3º) A mim ninguém ajuda, então fodam-se todos!

Simplesmente não tenho paciência pra tanta bondade. De boas intenções o inferno tá cheio.
Ajudar pra que?
Alguém acha realmente que se alguém tivesse poderes especiais os utilizaria para o bem? Para salvar o mundo? Para combater o crime? Humpf! Vivemos no Brasil! Qualquer poder adquirido será utilizado para garantir mais poder. E há algo errado nisso? Sinceramente acho que não! O poder é meu e faço o que quiser com ele, certo? ((inclusive se quiser ajudar ao próximo-argh!))

Você deve estar pensando neste momento: que menina mal amada, de mal com a vida, com este tipo de pensamento ela vai direto pro inferno! Acredite, amigo, se for pra lá ((e, ah, como vou!)) com certeza não será por isso, ou você acha que cumpre todos os 10 mandamentos ao pé da letra?

Acho que o pior de tudo é você se anular para ajudar os outros, para agradá-los. Já fui assim, e acredite, não se ganha absolutamente nada com isso! As pessoas irão continuar sempre esperando o momento certo pra "pisar no seu pescoço", todos! Aliás, toda minha frustração, raiva tristeza acumulada vêm justamente daí...

Mas espere, ainda tem outra opinião de mal com a vida! O pior de todos os bonzinhos é aquele que se vangloria de sê-lo: Ah, porque eu sou uma pessoa boa, eu estou sempre pronto e disposto a ajudar! E DAÍ? Otário! Ninguém tá nem aí pra você! Siga sua vida e se proteja, no muito proteja quem você acha que REALMENTE merece.

Filantropia pode ser anônima, ok? Não existe nem um verdadeiro ato altruísta! Para tudo existe um interesse por trás, inclusive ir pro céu!

Recorrerei ao Gren Day neste momento: Nice Guys Finish Last!


"Caras legais terminam por último

Seu gás está acabando

Sua simpatia vai te deixar para trás
Às vezes você está no seu melhor, quando você se sente o pior
Você se sente lavado?

Como mijo escorrendo pelo ralo

Panela de pressão pegue meu cérebro e diga que sou louco
Estou tão feliz que poderia chorar

Toda piada pode ter sua verdade e agora a piada está em você

Eu nunca soube que você era um cara tão engraçado

Oh, caras legais terminam por último,
quando você é o excluído
Não se dê tapinha nas costas,
você pode quebrar a coluna
Vivendo no comando

Você está cumprimentando muitas pessoas

Beijando e sangrando toda sua honra,
pegando o que você precisa
Morde a mão que alimenta

Você perdeu a memória
e a envergonhou
Oh, caras legais terminam por último, quando você é o excluído

Não se dê tapinha nas costas, você pode quebrar a coluna"

Billie Joe

BJu àqueles tem coisas melhores a fazer!

terça-feira, 21 de julho de 2009

Êta mulherada doida!


Originalmente postado em 20/09/2008

Ah, mulher! Símbolo de ternura, amor e vida!
Blá, blá, blá...
Mulheres podem ser tudo ((ou quase tudo)). Principalmente quando se juntam, aí não tem pra nada nem pra ninguém. Se discute em uma rodinha de mulheres desde comida, viagens, roupas, trabalho, religião, política, futebol ((sim, futebol)), música, sexo, e, claro, como não poderia deixar de ser, homens. No caso desses últimos, principalmente para falar mal e se queixar de sua falta de atenção e principalmente compreensão. Mas fato é que AINDA precisamos deles...
Mulheres são eternas rivais, apesar de toda amizade, acredite. Mas elas se entendem como ninguém, e é em conversas assim que se descobre que a vida de nenhuma delas é um mar de rosas. Todas tem seus problemas, cada uma ao seu modo, lidam com eles e vão tentando seguir suas vidas com dignidade, sensibilidade, graça e sucesso.
Meninas, chegaremos lá. A felicidade nos espera em alguma esquina.
BJu, especialmente pra você, Rê!


Coments: Em homenagem ((com 1 dia de atraso)) ao dia do amigo, lembrei deste post, que fiz no dia em que fomos eu, Mone, Kamila, Rê, Cláudia cunhada da Mone, Joe e Natália no Divina Pizza. Falamos de tudo isso aí e ainda mais da vida dos outros. Foi muito legal. Hoje em dia tenho minhas amigas tipo Friends: Josi e Nina e a Sex and the City: Marina. Viva a amizade, seja feminina, masculina, unissex...

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Pare de choramingar! Supera! Que saco!


Aff...
Pior do que notícia ruim é notícia velha!
Imaturidade é um troço foda! A pessoa agora fica remoendo uma coisa que aconteceu há mil anos, qualquer oportunidade besta que surge é perfeita pra regurgitar tudo de novo. Maior marmota!
Issa cansa, sabe? No começo foi até engraçadinho... Ora, se revoltar é justo ((mesmo quando você está óbviamente errado...)), mas daí a insistir na mesma ladainha sempre é um saco!
Puxa vida, vira o disco! Move on! Stop crying your heart out! Já deu! Enough!
Canseira do capeta!
Vai reclamar de outra coisa, e pelo amor de Deus, melhore seus bordões e suas frases feitas, pois tem coisas que não deveriam ser ditas ((ou repetidas)) nunca! Nem em reality shows de grandiosas emissoras, simplesmente porque são ridículos!

Faça como eu, não gosta mais da pessoa? Te decepcionou? Caiu sei-lá-o-quê ((o bom-senso talvez...)), ignora!
Pede pra ela conversar com o Batman! Melhor que você faz...


BJu pra quem segue a vida!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Melancolia


Tá tudo bem na sua vida neste momento? Na minha está, aparentemente... Estou de férias, descansada e descansando... tirando a falta de dinheiro ((que ataca todo mundo neste momento)), tá tudo ok, nada excepcional, mas nada deprimente também. No entando, surge uma melancolia que não consigo identificar de onde vem...
Vou ouvir música para me ajudar, pois esta é minha melhor terapia ((como diriam os Chili Peppers, music is my aeroplane)). Viajo, mas a melancolia me acompanha. Fico pensando na vida, na minha personalidade, nos meus atos.

Eu sei, e digo sempre, que esse negócio de pensar faz mal, dá tilt. Mas quando não há mais nada o que fazer e tudo o que resta é pensar, fica meio difícil escapar dos pensamentos...

Na verdade, eu sei o que me deixou pra baixo ((o que me deixa pra baixo)). Choque de realidade é ainda pior do que pensar demais...

Queria ser mais corajosa, queria ser mais ousada. Mas como pode ser se nos momentos que tentei agir diferente, o resultado não foi o esperado?
Arrependimentos? Ah como me derrubam, mas não dá pra viver de pedir desculpas...

O que fazer neste caso?

Josi me disse que tenho às vezes um olhar triste... Nunca notei... Deve ser esta tal melancolia...

BJu!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Como me apaixonei pelo Rock!


Foi tudo culpa de papai e mamãe!
Nasci nos anos 80 e não havia época melhor pra nascer! Ao menos no Brasil! O rock estava brilhando por aqui, principalmente devido às bandas de Brasília, então imagina, nasci e cresci ouvindo rock nacional dos anos 80, o melhor que já teve.
Alinhar ao centroMinha mãe sempre foi muito fã de Barão Vermelho e Cazuza, meu pai gostava de Raul Seixas e Queen entre muitas outras coisas.
Me lembro como se fosse ontem de eu e meus irmãos montados nas grades da casa onde a gente morava lá no Tietê, cantando Faroeste Cabloco a plenos pulmões ((pulando, é claro, as partes dos palavrões-naquela época eu não falava palavrão)).
O tempo foi passando e então a gente conheceu o Ênio que nos apresentou a um monte de banda legal, isso lá nos idos de 97, 98. Foi quando a gente foi conhecer um pouco mais de rock internacional: Green Day, Offspring, Metallica ((tá, Metallica a gente já conhecia...)), Nirvana e o Grunge em si, Aerosmith, The Doors...((lista muito, muito grande!))
Não lembro exatamente em que época, vi um clipe ((Epic)) do Faith No More na Mtv ((ah, a MTv! Que benção em nossas vidas-mais naquela época do que agora...)) e pirei, depois fui ver o clipe de Easy e me apaixonei por Mike Patton!
Daí comecei uma pesquisa árdua e permanente pelo o que há de melhor no rock. Passamos a comprar a ((na época)) Showbizz, que faleceu, e depois retornou como Bizz novamente, comprei edições antigas e continuo comprando, agora até que não porque o dinheiro sumiu... Mas a Bizz é, foi e sempre será a maior publicação brasileira de música!
Em 2008 fiz uma coluna musical pra mim no Centermig ((www.centermig.com.br)) que hoje em dia, com o advento da faculdade, está as moscas e estou morrendo de culpa por isso...
Mas segui apaixonada, obstinada, atrás deste que mudou minha vida: o Rock and Roll!
Neste dia 13 de julho de 2009, faço aqui minha homenagem!
Rock-se!

BJu!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Falling in love (is hard on the knees)...


You're so bad, you're so bad, you're so
You're so bad, you're so bad, you're so

You think you're in love

Like it's a real sure thing
But every time you fall
You get yo' ass in a sling
You used to be strong

But now it's "ooh baby please"

'Cause falling in love is so hard on the knees
You're so bad, you're so bad, you're so
You're so bad, you're so bad, you're so

We was making love

When you told me that you loved me

I thought ol' cupid

He was taking aim

I was believer when you told me

That you loved me

And then you called me

Someone elses name

There ain't gonna be no more

Beggin' you please

You know what I want

And it ain't one of these

You're bad to the bone

And your girlfriend agreed

That falling in love is so hard on the knees

You're so bad, you're so bad, you're so

You're so bad, you're so

Chip off the old block

Man, you're so much like your sister

My fantasize it must be out of luck

My old labido has been
Blowing a transistor

I feel like I have been hit by a fuck
Yeah
I'm Jones' in' on love
Yeah I got the DT's

You say that we will

But there ain't no guarantees

I'm major in love
but in all minor key
'Cause falling in love is so hard on the knees

What are you looking for
It's got to be hard core
Must be some kind of nouveau riche

Is this your only chance

Or some hypnotic trance

Let's get you on a tighter leach

You're so bad, you're so bad, you're so

You're so bad, you're so bad, you're so

You ain't that good
Is what you said
Down to the letter

But you like the way
I hold the microphone
Sometimes I good but

When I'm bad I'm even better

Don't give me no lip

I've got enough of my own

There ain't gonna be

No more beggin' you please

You know what I want
and it ain't one of these
You're bad to the bone

And your girlfriend agreed

That falling in love is so hard on the knees

I'm jones' in' on love

Yeah I got the DT's

You say that we will, yeah

But there ain't no gurantees
I'm major in love
but in all minor key
'Cause falling in love is so hard on the knees

Aerosmtih

domingo, 5 de julho de 2009

Money can't buy me love?


Postado originalmente em 20/05/2008.
Será que dinheiro realmente não compra amor? Taí uma coisa que nunca saberei enquanto não tiver dinheiro... Nesse meio tempo, vou especulando...

Não sei se compra amor, mas não é possível que nem um pouquinho de felicidade ele há de comprar! Com grana no bolso dá pra viajar, comprar coisas as quais você sempre sonhou, se você for mulher ou simplesmente muito vaidoso, vai querer ((e mais importante, poder)) se cuidar, comprar uma roupinha legal. Quem sabe um carro bacana, hein?


E se você acha tudo isso muito capitalista, pense que, tendo dinheiro, você pode sempre ajudar aos outros. E por que não também a quem você ama? Pode garantir um bom futuro aos seus descendentes.


E a saúde? Coisa sempre tão frágil e preocupante! Pode cuidar dela sem problemas.


Agora vem e me diz se isso não traz felicidade?!


BJu!

Coments: Dei de cara com a crise essa semana... Salário atrasado há 2 meses agora fez falta. Sem grana pra pagar mensalidade ou van... Bicho pegando! Deus, ajuda!

Epic