sábado, 30 de maio de 2009

A arte do cinismo ((ou o TPM ataca novamente))


Postado originalmente em 19/01/2009.

Estou cheia de problemas, entenda por isso: estou de TPM, ou seja, todos os meus problemas ganham o triplo da dimensão que eles realmente têm. "Conversa comigo!" Quase deu dó! Quase! Na verdade foi um princípio de dó, mas que me fez lembrar, logo em seguida, de todo o cinismo que provinha daquela sentença. Nem tanto da sentença, mas da pessoa em questão, alguém tão sarcástico e cheio de escárnio. A pessoa em questão ((...)) conseguiu fazer com que despertasse um sentimento de nojo, desprezo. Como alguém pode ser tão falso, tão aproveitador e nem assim a mulherada cai na real e larga a mão de ser otária?! Será que ninguém vê isso? Pior que vê! Pior que elas sabem, e talvez até mais que eu e nem assim elas se emendam! Será que elas gostam de sofrer? ((...)) Mas vai entender, às vezes o cara é "tão bom" que compensa, né? Taí algo que nunca saberei e tenho raiva de quem sabe! Aliás, o trem tá tão feio, que antes eu respeitava o sujeito ao menos profissionalmente, hoje em dia, fica difícil imaginar alguém tão anti-ético, tão anti-profissional. Tive vontade de "conversar" sim, de dizer umas verdades, tive vontade de bater nele ((e num bando de outras pessoas também)). Ah, a TPM! Tive vontade de ligar pro meu patrão e dizer pra ele avisar pros funcionários dele que meu ouvido não é penico pra ouvir reclamações e nem piadinhas. Não estou gostando da situação tanto quanto eles, aliás, estou na mesmíssima situação, e com um agravante, ouço reclamações de três lados diferentes ((alunos, chefia e colegas de trabalho))! Tive vontade de pedir as contas, tive vontade de chorar, tive vontade de mandar todo mundo tomar no cu, tive vontade de sumir, tive vontade de morrer. Agora não estou com vontade de mais nada. Vegeto, incompreensível, abandonada, detestável, emburrada, sozinha... Triste. BJu ((mas só pra quem sabe se manter distante do perigo!))

Coments: Incrível notar que 4 meses depois continua a mesma coisa... Na época que postei, estava de TPM, assim como agora... A personagem principal do post, tomou uma atitude tão anti-profissional e anti-ética quanto as que já estávamos acostumados durante esta semana. Espero que fique claro para algumas pessoas finalmente à que esta em questão veio... enfim, pra mim nem foi surpresa. Continuo com vontade de matar vários... mas sei que passa daqui a umas semanas... enquanto isso fica o aviso: NÃO MEXA COM QUEM TÁ QUIETO!



Epic