segunda-feira, 13 de julho de 2009

Como me apaixonei pelo Rock!


Foi tudo culpa de papai e mamãe!
Nasci nos anos 80 e não havia época melhor pra nascer! Ao menos no Brasil! O rock estava brilhando por aqui, principalmente devido às bandas de Brasília, então imagina, nasci e cresci ouvindo rock nacional dos anos 80, o melhor que já teve.
Alinhar ao centroMinha mãe sempre foi muito fã de Barão Vermelho e Cazuza, meu pai gostava de Raul Seixas e Queen entre muitas outras coisas.
Me lembro como se fosse ontem de eu e meus irmãos montados nas grades da casa onde a gente morava lá no Tietê, cantando Faroeste Cabloco a plenos pulmões ((pulando, é claro, as partes dos palavrões-naquela época eu não falava palavrão)).
O tempo foi passando e então a gente conheceu o Ênio que nos apresentou a um monte de banda legal, isso lá nos idos de 97, 98. Foi quando a gente foi conhecer um pouco mais de rock internacional: Green Day, Offspring, Metallica ((tá, Metallica a gente já conhecia...)), Nirvana e o Grunge em si, Aerosmith, The Doors...((lista muito, muito grande!))
Não lembro exatamente em que época, vi um clipe ((Epic)) do Faith No More na Mtv ((ah, a MTv! Que benção em nossas vidas-mais naquela época do que agora...)) e pirei, depois fui ver o clipe de Easy e me apaixonei por Mike Patton!
Daí comecei uma pesquisa árdua e permanente pelo o que há de melhor no rock. Passamos a comprar a ((na época)) Showbizz, que faleceu, e depois retornou como Bizz novamente, comprei edições antigas e continuo comprando, agora até que não porque o dinheiro sumiu... Mas a Bizz é, foi e sempre será a maior publicação brasileira de música!
Em 2008 fiz uma coluna musical pra mim no Centermig ((www.centermig.com.br)) que hoje em dia, com o advento da faculdade, está as moscas e estou morrendo de culpa por isso...
Mas segui apaixonada, obstinada, atrás deste que mudou minha vida: o Rock and Roll!
Neste dia 13 de julho de 2009, faço aqui minha homenagem!
Rock-se!

BJu!

Epic