segunda-feira, 9 de novembro de 2009

This is the best party that I've ever been to! ((Essa é amelhor festa que já estive!))


Dia 08/11/09, um dia que entrará para a história ((ao menos a minha)). Prova do ENADE, eu sem saco nenhum pra fazê-la, mas tendo a obrigação, a encarei como uma fase de vídeogame a ser ultrapassada. Como nada é fácil nessa vida, no dia ((e na hora)) começou a parada do orgulho gay de Divinópolis. Ah, tá bom! Já não ia conseguir me concentrar na prova mesmo...

Uma hora e pouco após o início, já estava deixando o recinto, mas ainda fiquei um pouco na rua com Josi, Nina e André.
Depois, seguimos eu e meu irmão Nando ((http://expecialistaemgeneralidades.blogspot.com/)) até a rodoviária. Pé na estrada. Em BH, apartamento irmãs ((Paula e Mari)), fofoca em dia, arrumação, táxi, a caminho do Chevrollet Hall. Galera entrando, clima maravilhoso ((finalmente encontrei minha faixa etária!!!)).

Às 21h e 15 min. começa o show. Midnight Cowboy abriu o show. Mike Patton soprando em sua "harmônica", terno prata brilhoso ((disputava com a iluminação do palco)). Me arrepiei dos pés a cabeça e quase ((ATENÇÃO! QUASE!!!)) chorei - "Don't know if I laugh or cry...". Não conseguia acreditar que a alguns metros de mim estava meu ídolo - "You splash with beauty, and pull me down...". O cara que me fez acreditar no rock, melhor ainda, o cara que me fez acreditar no rock com bom-humor sacana! Meu primeiro show internacional e era, logo de cara, o Faith No More! Inacreditável. -"Smiling with the mouth of the ocean..."
Não me lembro mais a ordem das músicas, só que, apesar de terem sido 19 ao todo, ainda ficaram muitas de fora. Me lembro de grandes momentos entre as músicas. Mike falando português o tempo todo ((puta enterteiner!)) e nos ensinando a falar palavrão ((PORRA! CARALHO! Este foi nosso singelo corinho...)). Até zoar o Atlético durante Evidence cantada em português, -Que tristeza!, disse ele- Botando o roadie com camisa do Flamengo na frente do palco durante Easy - "It shoudn't bother me, no, but it does...". Zoou também o nosso corinho em Midlife Crisis, disse ele: Por que vocês estão cantando música da Madonna? Ela tá na cidade? Like a virgin? Engraçadinho... ((Faith No More! Faith No More! Faith No More!))
A galera toda empolgada! Lindo! Só houve um momento tenso, quando os três nerds de dois metros que estavam na minha frente começaram a discutir por espaço, ou seja, "it's the gentle art of making enemies...". Mas, relevante, brincamos de 'olla' feito crianças felizes com titio Mike. Ele cantou Ricochet, minha música favorita no mundo! Maravilhoso!
Fomos embora cedinho às 22 h e 30 min., felizes, suados, com dores, sentindo falta de algumas músicas, mas extasiados, maravilhados e estupefatos!
"Don't let me die with that silly look in my eyes!"

BJu, FNM!

Set list:

Midnigh Cowboy
The Real Thing
Land Of Sunshine
Caffeine
Evidence
Surprise! You're Dead!
Last Cup of Sorrow
Ricochet
Easy
Epic
Midlife Crisis
Medley: Caralho Voador/Ela é carioca
The Gentle Art Of Making Enemies
What a Day
King For a Day
Ashes to Ashes
Just a Man

Bis:
Chariots of Fire/Stripsearch
Mark Bowen

Epic