domingo, 28 de março de 2010

Surpresa! Você está vivo!


Tem uma música do Faith No More ((só podia ser)) que diz: "Surprise! You're dead! Ha ha, open your eyes..."
Muito boa a música por sinal, mas vou mudá-la aqui para: "Surprise" You're alive! Ha ha, open your eyes!"


Tudo começou no fim de semana passado, tava chateada com várias coisas e ainda psicopatas que só eu arranjo por aí... Então a semana começou e foi osso, Debian, estágio, facul, aquela correria e ainda não tinha decidido se ia na Pitty... Tava estressada pra caramba, preocupada se a decisão da festinha tinha sido boa mesmo, se iria dar certo, se o pessoal iria gostar, cheia de caraminholas na cabeça.
Na quinta, tumé no serviço e no estágio pra viagem a BH, que contra algumas expectativas, foi excelente ((pena que o Guh perdeu as estrelinhas...)), Josi, Nina e eu divertimos a valer, momento Luluzinha total!
Na sexta, quase surtei, o trabalho tava todo parado me esperando e ainda fui meio que punida no estágio por não ter ido na quinta... enfim, foi um dia meio estranho, alegria e tristeza se misturavam o tempo todo. Mas foi bom pra perceber que quando existe gente que quer o nosso bem, tudo pode ser superado e assim o foi. Liguei no Hangar pra confirmar que entrava de graça, fui bem tratada e decidi: vou ver a Pitty que ela nunca me decepciona! Depois do trabalho árduo e da notícia triste de nota ruim na prova, ao menos tia Jana me elogiou! Sim, isso mesmo! Ela disse que tô desperdiçada na recepção, que tenho que atuar na minha área! Amei!
Depois, correria pra ir ver a Pitty e depois de passar umas raivinhas deu tudo certo.
Mesmo com o povo sem educação de Divinópolis e o som dando pau, ela foi a contento, alegrou meu níver! Caramba! É mesmo! Na sexta foi meu aniversário! O dia foi tão foda, que mal lembrei disso, fora uma abraço e outro, quase passou batido pra mim, acredita? Parecia uma montanha-russa de tantos altos e baixos... ((tipo: passei raiva na academia, mas o pessoal me deu muito abraço, trabalhei igual uma estagiária ((hehehe)) no gabinete, mas teve gente interessado na minha vida, me dei mal na prova, mas a professora me elogiou, passei raiva mas cantei até escangalhar a garganta na Pitty)) No final das contas, a balança pendeu bem pro lado positivo! Viva!
Mas minhas preocupações ainda não tinham acabado. E a festinha? Ia dar certo? O pessoal ia gostar? A comida e a bebida ia dar? Acho que o final aí também foi feliz. Eu, ao menos, fiquei incrivelmente satisfeita! Amigos que gosto muito, presentes, abraços, risos, fotos, Porsches... Pôster do Faith No More!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Amei! Fiquei tão feliz, mas tão feliz que me senti tão viva! Foi a melhor surpresa de todas!

Quero agradecer de coração a minha amada panelinha pela surpresa ((tenho certeza que continuarão me surpreendendo!)), ao pessoal legal da academia e ao meu papai que me ajudou bastante! Amo muito todos! OBRIGADA!


"Surprise! You're alive! Ha ha! It never ends!"


BJu!

domingo, 21 de março de 2010

quinta-feira, 18 de março de 2010

1 ano de perfeições e joelhos escalavrados

Há exatamente um ano atrás, no dia 19 de março de 2009, criei o "Perfeito é um joelho escalavrado" a pedido do Guh e da Nina, pois ambos tinham criado seus respectivos blogs ((detalhe, seus títulos fazem trocadilho com seus nomes)). Eu já tinha um blog do Bol que se chamava "Eu blog, tu blogas, nós blogamos, a Ju bloga...", mas ninguém acessava e ele já tava às moscas há algum tempo. Mas eles me convenceram, então decidi criar outro blog. Só que a escolha do nome tava difícil, tentei seguir a linha meu nome/trocadalho do carilho/alusão ao título do blog, mas não cheguei a nenhuma boa decisão, então, apelei pra o Faith No More, especificamente para a música Midlife Crisis que em determinado momento dizia "Eu sou perfeccionista e perfeito é um joelho escalavrado". Essa frase, do meu ponto de vista distorcido, me resume em vários aspectos que cabem até um outro post, mas para reduzir a história, sentei a bunda na cadeira em frente ao pc e criei este que aqui está, e que virou um canal de desabafo ((o que é altamente criticado)), desculpa pra falar de música, ponto de encontro de amigos e alvo de comentários anônimos que todo mundo sabe quem comentou...
Tenho orgulho do meu blog, pois além de tudo ele é uma produção minha, algo que posso chamar de meu e adoro isso.
Agradeço aos poucos, porém maravilhosos seguidores, agradeço por seus comentários, agradeço ao André pela foto que ilustra o blog, a Nina por me ensinar a mexer no MixPod e ao meu outro incentivador, Guh ((vocês criaram um monstro!))

Fico feliz em saber que faço aniversário mesmo mês que meu blog, por pouco não somos os dois arianos... ((meu blog é de peixes))

BJu a todos os blogueiros e blogueiras desse mundo!

domingo, 14 de março de 2010

Olhos Azuis


Originalmente postado em 16/05/2008.

Tava postando no Centermig ((acesse www.centermgi.com.br)) na minha coluna Music Is My Radar sobre os 10 anos de falecimento de Frank Sinatra e não pude deixar de mencionar seu belos olhos azuis. Nossa, realmente muito lindos!

Acho olhos azuis lindos ((não, meus olhos não são azuis, são verdes, mas os acho lindos hehehe)) e descobri que, assim como os verdes, eles tem variadas tonalidades. Mas existem 3 pares de olhos azuis em especial que me fascinam. Um deles é o já citado par de olhos de Sinatra, outro é o de Mel Gibson, que não consigo explicar, parece até truque de câmera, efeito especial! E o terceiro, como não haveria de ser, é o belo par de olhos de meu papai, de um azul mais claro que os citados anteriormente, e os únicos que posso olhar dentro deles. E principalmente porque, graças a eles, os meus são verdes! : )

BJu pra todas as cores de olhos!


Coments: Nossa, Centermig! Que saudade! Gente, se vocês tentarem acessar, não vão conseguir, pois o site está em reforma a algum tempo já ((sinceramente, acho que morreu...)), o que é uma pena, gostava de postar lá...

domingo, 7 de março de 2010

Respeite minha opinião!


Acho tão engraçado isso, as pessoas não fazem questão nenhuma de respeitar sua opinião. São todas donas da verdade. E acham que a gente é obrigado a concordar com eles. Onde está o respeito, o direito a opinião própria? Por que tenho que agir como você quer? Para ser igual a você? E a individualidade, onde fica? Se estou triste, ao invés de me animar, você diz que a culpa é minha? É você quem vive minha vida? Não concordo com isso e isso não me parece amizade...

Epic