sexta-feira, 23 de julho de 2010

L. O. S. E. R


Dia destes comparei a faculdade com um jogo de vídeogame para uma das minhas irmãs e ela achou engraçado. Mas não faço essa comparação somente com a faculdade não, costumo encarar toda a vida como um jogo de consoles, cheio de obstáculos, fases e chefes de fases a serem vencidos, cada vez aumentando o grau de dificuldade.

Nunca achei que minha vida fosse fácil, aliás, reconheço minha total fraqueza para tomar decisões ou correr atrás de meus objetivos. E aquela célebre frase "Penso, logo desisto" já havia sido utilizada por mim desde os idos de 1996, quando na sexta série pichei quase todas as paredes da sala de aula com tais dizeres. Sem falar na filosofia Pitty de "o fracasso lhe subiu a cabeça" que venho seguindo... Sou exatamente esse tipo de pessoa que de tão acostumada a falhar, a se dar mal, já projeta esse pensamento negativo para o futuro. E não adianta dirigirem-se a mim dizendo que não posso agir/pensar assim. É inevitável! É a minha natureza. Não que eu não tenha tentado mudar, muito antes pelo contrário, mas é que de tanto acreditar em vão, desisti... é simplesmente algo que me precede.

Acho que só Deus sabe como enfrentei essas últimas três semanas de frustração sobre frustação. De expectativas que criei em vários níveis e nenhuma se concretizou. Nenhuma! Sem mencionar a indecisão. Arriscar ou não arriscar? O que arriscar? Por que arriscar? Vale a pena? O que ganho? O que perco? ((será que alguém precisa saber???)) Tudo isso aliado a inúmeros obstáculos e imposições que quase dei um nó no cérebro de tanto pensar. Pedi opinião a todo mundo, sobrou até pra gatinha Luna da minha irmã... ((sério!)) Mas a decisão final só cabia a mim. Corri atrás e olha só! Mais obstáculos e mais imposições e consequentemente mais frustração!

Meu maior medo agora é me tornar uma pessoa totalmente frustrada.
Será que o fracasso realmente me subiu a cabeça???

2 comentários:

  1. "O que trago sobre os ombros
    É meu e é só meu
    Sustento sem implorar a benção e o pesar
    Mais vil é desdenhar
    do que não se pode ter..."

    ResponderExcluir
  2. Bem o que posso dizer!
    Que se cabe a Deus mudar o rumo das coisas...
    Peço a ele que lhe de um novo rumo!
    E eu sempre estarei aqui para ajudar nos momentos de fracasso, e comemorar muito quando enfim chegar a doce alegria!!
    bjooo

    ResponderExcluir

Epic