terça-feira, 28 de setembro de 2010

O surto!

Se existe um momento na minha vida pra surtar, a hora é essa!
Tudo caminha para o caos total! Minha vida pessoal tá uma zona só! Não que ela esteja ruim, mas é um turbilhão de sentimentos.
Minha vida profissional tá exigindo muito mais do que posso oferecer. Na academia, tô fazendo trabalho de 3 e como se não bastasse, além da falta de ajuda, a incompetência ali bate ponto todo dia! No gabinete, essa campanha não acaba nunca, nem no dia da votação!
A vida estudantil tá ruim de descer! Não tem uma aula que salve!
E para completar a maravilha, essa semana do cão, tenho que conjugar as minhas 586 funções da academia ((com o mesmo salário)) com as frescuras de final de campanha e ainda uma porrada de trabalhos cabeludos da faculdade pra fazer ((e prova))! Pronto! Não falta absolutamente mais nada! ((que nem me ouça, pois não a nada de ruim que não possa piorar))
Socorro! Não sei se consigo sobreviver.
Alguém me ajude!


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Universo Masculino


Dia destes, numa conversa destas pós-momentos beeeeem legais ((if you know what I mean)), fui convidada ((na verdade me convidei)) a penetrar no universo masculino.
O ponto de partida da conversa foi, óbvio, as diferenças entre os universos masculino e feminino. E o que me impressionou foi o fato de que a diferença maior se dá na simplicidade do mundo dos meninos, em comparação com o mundo de devaneios das meninas.
Para eles, como me foi dito, a criação de um clima/momento perfeito se dá com a equação ((nesta ordem, segundo a fonte)) cerveja + menina + ambiente. Simples assim!
Enquanto que para nós meninas, construimos sempre um castelo com direito a príncipe montado em um cavalo branco ((eca!)). A fonte ficou chocada, mas é verdade! Por mais forte que nos mostremos, que nos fazemos parecer, temos esses sonhos de menininhas, é inevitável. E ao mesmo tempo, é triste, porque não há nada de simples e quando o castelo desmorona, a gente desmorona junto e custamos a nos reerguer, os escombros soterram o príncipe e o primeiro a correr é o cavalo.
No caso dos rapazes, se acabar a bebida/cerveja é só buscar mais, se a menina não é o ideal, é só procurar outra e se o ambiente não estiver legal, vam'bora para outra balada. Simples assim...
Foi legal o papo, espero continuar descobrindo cada vez mais sobre esse misterioso mundo/universo masculino...

terça-feira, 14 de setembro de 2010

O mundo anda tão complicado...


♫"Vem cá meu bem que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você..."♫

Renato Russo

domingo, 12 de setembro de 2010

Aaah, o amor...



Tirinha retirada do blog Um sábado qualquer de Carlos Ruas: http://www.umsabadoqualquer.com

Só pra esclarecer aos desavisados: essa tirinha não quer dizer nada, estou só zoando este sentimento chamado Amor que faz a gente ficar um tiquinho mais idiota, ok??

sábado, 11 de setembro de 2010

Ch-Ch-Changes...


Hoje tive uma espécie de insight. De repente me vi pensando em como minha vida mudou. Da "menina do mato" que morava no Tietê para a garota que não fica em casa mais...

Daquela que ficava em casa a tarde toda assistindo MTV, praquela que sai de casa às 7h e só volta às 23h ((ou nem volta...)). Como deixei de ser aquela menina que achava que nunca daria o primeiro beijo para me tornar esse alguém que "dá seus pulinhos"...

De uma garota que nem gostava de sair de casa, que vivia só de criar histórias para si mesma ao invés de vivê-las, passei a cair na real e fui fazer ((boas)) amizades, fui correr atrás de amores, fui estudar aquilo sempre quis, enfim, fui viver a minha vida. Mal ou bem, me metendo em enrascadas, me safando, sorrindo, chorando, passando raiva, me divertindo... estou vivendo a vida.

E foi assim, desta forma, que me dei conta de que estou participando do mundo, que deixei de ser uma mera expectadora para me tornar atuante. E por mais que eu reclame ((e como reclamo)), estou feliz. Com medo de tudo, é bem verdade, mas feliz!

Mas bateu a dúvida: Será que mudei também com relação as pessoas? Foi bom? Valeu a pena? Espero que sim e espero cada vez mais me surpreender com a vida e surpreender os outros.

BJu!


Epic