terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Devaneios


Certa vez fui acusada de só reclamar das coisas, que tinha que ganhar um certo adereço de determinada cor para, sei lá de que forma, parar de reclamar. Fiquei puta da vida quando ouvi isso, porque a pessoa que me disse isso também é bem afeita a arte de reclamar. Fiquei pensando, desde então, como é fácil pra gente julgar aos outros. Não falo só sobre essa pessoa, mas quanto a mim julgar aos outros ((ou a ela)), principalmente quando fazemos exatamente a mesma coisa.

É estranho, pois passa batido mesmo e sempre fica muito mais fácil enxergar nossas qualidades do que nossos defeitos. E quanto aos outros, exatamente o contrário: enxergamos seus defeitos e suas qualidades ficam em segundo plano.

Venho a dizer isso aqui, porque tenho me sentido menos revoltada com tudo e todos, mais calma e tudo o mais. Mas isso não parece ter saltado aos olhos de muita gente. E o pior de tudo, a maior crítica é: eu tenho que ser silenciada ao reclamar e me ater a guardar meus pesares a mim para não ser taxada de "de mal com a vida". Mas e eu? Eu posso criticar quem reclama também? Ou isso se transformaria também em uma reclamação? O que estou fazendo aqui também pode ser considerado reclamação? Ainda tenho direito de reclamar contra a falta de liberdade de expressão?

São apenas devaneios. Não espero respostas nem compreensão. Cada um pense o que quiser, porque é bom, mesmo que muito raramente, a gente ter direito de fazer o quiser e reclamar do que quiser.


quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

The end is near ou acabou a mamata!


Fim de férias, começo de uma melancolia... mais pelo fim das férias do estágio do que da faculdade, acredite... Se bem que acho que os dois estão em pé de igualdade! Mas enfim, dentro de duas semanas voltarei aquele rotina pesada de trabalho/estágio/faculdade de deixar qualquer um doido.
Daí vão começar as invensões no estágio, os trabalhos e provas cabeludos da facul e quando se percebe, cadê a vida social que estava aqui?

Ainda bem que posso dizer que aproveitei bem as férias! Aliás, dessa vez eu tive férias né? Até da academia eu tive um tempo. E foi bom, viu? Li ((acreditem ou não, a saga Crepúsculo)), vi filmes clássicos, namorei ((muito)). Único pesar é que não passei muito tempo com os amigos... Mas talvez essa seja uma das vantagens de volta às aulas: vou ver a maioria deles todo dia!

E tem as novidades que causam o frio na barriga, né? Turmas de jornalismo e p.p separadas, novos professores... Espero que este período seja melhor que o passado, pois este foi tenso!

Desejo a todos um bom final de férias ((sempre curtas demais)) e uma excelente volta às aulas.

A gente se vê!

BJu!


Epic