quinta-feira, 31 de março de 2011

All Star


Representa tudo: Juventude, rebeldia, rock' n' roll, conforto, fashionismo.
Um passo, dois passos e aquele "pisant
e" surrado deixa a marca no chão.
Pegada leve, sem ruído, mas com músic
a!
Colorido, tradicional, cano curto, cano longo, cadarços, uma estrela.
Carrega a caminhada de algumas gerações já. Permanece imponente, um clássico jovem ou um jovem clássico?
Poderoso, elegante. Diz muito de uma personalidade que na realidade nem quer ser dita.
Bonito, mas quanto mais sujo e surrado melhor.

_Você gosta de All Star?
_Eu só tenho um problema com All Star.
_Qual?
_Quando coloco no pé, não tiro mais...

Para todas as estrelas!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Estado perfeito de felicidade


Não sabe como aconteceu, foi aos poucos, disso tem certeza. Só sabe que em um belo dia ela acordou e estava apaixonada. Já nem se lembrava mais porque ou por quem chorara. A partir daquele dia, percebera que o sol era mais quente, que a lua e as estrelas brilhavam mais, que sorrir era bom.

De uma hora para outra, todos começaram a dizer-lhe que ela havia mudado, que estava bem, que estava mais bonita, que estava feliz. E tudo isso conspirava para deixá-la mais satisfeita ainda com sua nova realidade.

Ao dormir, ela sabia que no outro dia ele estaria por perto, que podia contar com ele e que ele podia contar com ela. Ela sabia que em algum momento do dia ele iria ligar e ela ouviria aquela doce voz do outro lado da linha dizendo “oi, minha linda”. E ela se sentia linda! Ela sabia em seus sentimentos que quando chegasse em casa tarde da noite, cansada e ligasse para ele, teria alguém para ouvi-la contar seu dia. Sabia que agora tinha alguém com quem conversar, alguém que a ouvia, que queria seu bem.

E tudo isso, mas uma vez, a guiava para o centro de gravidade daquele imã chamado “estado perfeito de felicidade”: O mundo pela primeira vez era grandioso, era um belo lugar para se viver. O caos ficara para trás. Agora, além de seus grandes amigos e família, ela tinha um amor.

A vida era pura esperança e riso.

Chegara seu momento! Estava viva. A menina do “Era um vez” recomeçava a sua história!

Princess Party Weekend




Josi disse no Orkut que fico melhor a cada ano como vinho ((Brigada!!!)), mas acho que na verdade, meus aniversários é que estão melhorando a cada ano.
Eu, uma quase balzaquiana, acredito que a vida nunca esteve melhor. Então, a comemoração tinha que ser a altura.
Depois de idas e vindas, descobri o óbvio: Você tem que comemorar seu aniversário com quem você realmente gosta. Ponto! Não importa onde ou fazendo o que. Importante mesmo são as companhias, e eu, modéstia a parte, tenho as melhores.
Um sábado totalmente menininha, fazendo pesquisa para compras ((Rycaaaa!!!)), seguido de um almoço chiquérrimo. Um salve pra Josi! o/
Depois sorvete na praça e falar besteira. Nossa, há quanto tempo a gente não fazia isso!
Em casa, preparativos para a balada, unhas, escolha de roupas e mais tarde... o cúmulo da "Patycidade", momento make up com Guh e Nina. Ficamos lindas! Olhos marcantes, um salve pra Liz Taylor! o/
Depois, a balada propriamente dita. Calorão no DivinaPizza? Neinnnnnnn!
Cervejaria, repleta de "Devassas" e um salve pra alegria do álcool!
Sérgio de Castro cantando parabéns pra mim 2 vezes!!! Chiquérrima!
Ri muito, conversei muito e apesar de não ser fã de fazer aniversário, de festas de aniversário, de cantar parabéns e etc, etc, não vejo a hora do ano que vem chegar para outro fim de semana de pura diversão ao lado daqueles que gosto muito e que gostam de mim.
BJu a Nina, Tiago, Guh, Nick, Alê, Leandro, Jordânia, e meu Mô!
Salve pra Josi e Palmitão!!!

Até o ano que vem!

terça-feira, 22 de março de 2011

Fazendo merd@


A revolta e a insatisfação te leva a atos impensados e falhos?
Você quase que diariamente mete os pés pelas mãos achando que assim vai resolver alguma coisa?
Seu gênio anda impossível de domar?
Será que você já atingiu o nível máximo da falta de noção e juízo das coisas?

Se tudo isso já aconteceu com você, sinto dizer, mas você já está doido, pirado, lelé da cuca, já apelou legal. Se não, bom... então devo ser só eu mesma...


sexta-feira, 11 de março de 2011

Futuro incerto


Fazia tempo que não tinha essa sensação, esse desespero latente.
Às vezes sinto o chão faltando, mas nada que a esperança não prevaleça.
Na verdade, senti isso há alguns anos atrás, uma falta de expectativa tremenda, um nada, um vazio me esperando. E agora, isso torna a acontecer. O chão tá fugindo, a esperança fez as malas.
Tô com medo, meu futuro é incerto. Chega a dar uma vontade de desistir, porque sei que mais cedo ou mais tarde meu sonho pode ser tomado de mim.
Não sei mais o que fazer, tenho receio de abusar da fé nesse momento.
Não quero ficar triste como já fiquei um dia. Não quero passar por isso de novo. Só quero seguir.
Será que posso/consigo?

quinta-feira, 3 de março de 2011

Vontade de postar


Hoje estou a fim de postar no meu blog. Tô empolgada, tô por conta, no entanto... não sei ((não tenho?)) o que dizer. Sério! Não ri, não tô brincando.

Em parte, porque o que gostaria de falar é reclamação e isso é chato ((sim, eu tenho noção da minha chatice))! Pra completar, tem umas coisas que a censura blogueira ((sim, ela existe)), sempre vigilante, iria "entortar o nariz".

Poderia falar de amor ((sim, me rendi)), mas isso é piegas, e nunca revela na verdade o que eu sinto ou se aproxima do que realmente gostaria de expressar. Poderia falar de insatisfação, mas até eu tô cansada das minhas lamúrias ((preguiça de mim)). Poderia falar de música, mas... sim, eu poderia falar de música! Mas o que? Das que estou ouvindo agora? Ou que tal dos remixes metal que tava ouvindo de Lady Gaga? ((vale a pena conferir)) Poderia falar das músicas que invadem nosso espaço musical no dia-a-dia.

Poderia falar de mobilização para trazer o Vivendo do Ócio a Divinópolis, poderia falar do Pequeno Príncipe ((posso não ter comentado, mas eu li)) ou de casamento ((salve pra Josi)), mas não tenho propriedade ((know how, conhecimento de causa)) sobre esses assuntos ((ok, até parece que tenho propriedade sobre qualquer coisa que falo aqui)) e tem gente que faz isso muito melhor.

Poderia falar da chuva que cai lá fora, do friozinho que tá querendo fazer. Poderia até falar sobre a Sandy Devassa, mas EU NÃO QUERO.

Mas veja só! Olhem vocês! Eis que surge um post! Falando do que eu não vou falar...

BJu!

Epic