segunda-feira, 28 de março de 2011

Estado perfeito de felicidade


Não sabe como aconteceu, foi aos poucos, disso tem certeza. Só sabe que em um belo dia ela acordou e estava apaixonada. Já nem se lembrava mais porque ou por quem chorara. A partir daquele dia, percebera que o sol era mais quente, que a lua e as estrelas brilhavam mais, que sorrir era bom.

De uma hora para outra, todos começaram a dizer-lhe que ela havia mudado, que estava bem, que estava mais bonita, que estava feliz. E tudo isso conspirava para deixá-la mais satisfeita ainda com sua nova realidade.

Ao dormir, ela sabia que no outro dia ele estaria por perto, que podia contar com ele e que ele podia contar com ela. Ela sabia que em algum momento do dia ele iria ligar e ela ouviria aquela doce voz do outro lado da linha dizendo “oi, minha linda”. E ela se sentia linda! Ela sabia em seus sentimentos que quando chegasse em casa tarde da noite, cansada e ligasse para ele, teria alguém para ouvi-la contar seu dia. Sabia que agora tinha alguém com quem conversar, alguém que a ouvia, que queria seu bem.

E tudo isso, mas uma vez, a guiava para o centro de gravidade daquele imã chamado “estado perfeito de felicidade”: O mundo pela primeira vez era grandioso, era um belo lugar para se viver. O caos ficara para trás. Agora, além de seus grandes amigos e família, ela tinha um amor.

A vida era pura esperança e riso.

Chegara seu momento! Estava viva. A menina do “Era um vez” recomeçava a sua história!

Princess Party Weekend




Josi disse no Orkut que fico melhor a cada ano como vinho ((Brigada!!!)), mas acho que na verdade, meus aniversários é que estão melhorando a cada ano.
Eu, uma quase balzaquiana, acredito que a vida nunca esteve melhor. Então, a comemoração tinha que ser a altura.
Depois de idas e vindas, descobri o óbvio: Você tem que comemorar seu aniversário com quem você realmente gosta. Ponto! Não importa onde ou fazendo o que. Importante mesmo são as companhias, e eu, modéstia a parte, tenho as melhores.
Um sábado totalmente menininha, fazendo pesquisa para compras ((Rycaaaa!!!)), seguido de um almoço chiquérrimo. Um salve pra Josi! o/
Depois sorvete na praça e falar besteira. Nossa, há quanto tempo a gente não fazia isso!
Em casa, preparativos para a balada, unhas, escolha de roupas e mais tarde... o cúmulo da "Patycidade", momento make up com Guh e Nina. Ficamos lindas! Olhos marcantes, um salve pra Liz Taylor! o/
Depois, a balada propriamente dita. Calorão no DivinaPizza? Neinnnnnnn!
Cervejaria, repleta de "Devassas" e um salve pra alegria do álcool!
Sérgio de Castro cantando parabéns pra mim 2 vezes!!! Chiquérrima!
Ri muito, conversei muito e apesar de não ser fã de fazer aniversário, de festas de aniversário, de cantar parabéns e etc, etc, não vejo a hora do ano que vem chegar para outro fim de semana de pura diversão ao lado daqueles que gosto muito e que gostam de mim.
BJu a Nina, Tiago, Guh, Nick, Alê, Leandro, Jordânia, e meu Mô!
Salve pra Josi e Palmitão!!!

Até o ano que vem!

Epic