terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Entre dúvidas e insatisfações



2012 era para ser doce... era! E já era! O ano já começou em turbulências e promete ser assim até o fim. Triste, pois trata-se do meu último ano na faculdade e parece ser o mais triste e sofrido, não pelas despedidas e tccs, mas por se tratar de um ano repleto de insatisfações. Insatisfações estas que geram dúvidas, dúvidas quanto as opções que fiz. E me refiro a todas! Desde o curso, passando pela instituição até o serviço de Van. Tropeços no caminho foram vários, como quase um ano e meio desperdiçado ((incluindo fins de semana e feriados)) com algo que não aproveitarei em nada e que não foi supervisionado. Aliás, a falta de informação permeou estes 3 anos. Não tinha noção de relatório de estágio, de quantidade de tempo de um estágio, ou até mesmo a quem recorrer em caso de tais dúvidas. 

As dúvidas permanecerão, até porque ninguém parece disposto sequer a abrir um diálogo ou até parar para pensar e perceber que há algo de errado, de muito errado, e este ano que deveria ser "O ano", se tornou "O pesadelo" e junto a isso, mais e mais dúvidas. Agora, também, do tipo: como pagar a faculdade, participar ou não da formatura, persistir? Desistir? Confesso que já não tenho mais forças para acreditar. Tudo conspira contra e a descrença vai tomando conta e isso faz de você uma pessoa cada vez mais cínica e mais amarga. É triste ver todos os planos que você fez indo por água abaixo e os responsáveis permanecerem alheios a isto, como se nada estivesse acontecendo... 

Espero que ao menos o direito a insatisfação não seja tolhido!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Estado Emocional III

Tô boa hoje não. Nem quis treinar para aproveitar meus dias de folga finais... E olha que tô precisando!
Não sei se é esse tempo feio ou preguiça de gente ((ou tentar dialogar com uma depressiva com síndrome do pânico...)) ou o quê, só sei que meu estado emocional desceu na escala... 
Acho que é um pouco de ansiedade pré-volta a "rotina desgovernada" que reinicia semana que vem... ((não, não posso fazer nada, eu sofro por antecipação e ponto!)).
Depois de uma vontade danada de sair de casa e ficar andando a esmo ((e pagar um boleto)), de não comer, mesmo com fome, uma indecisão danada, decidi ficar aqui em casa, postar no blog ao som de Lana Del Rey, quem sabe dormir um pouco, enfim, fazer nada. E esperar... esperar que este estado emocional "blue" passe logo, ((ou seria "red"?)). Amanhã é um novo dia! Amanhã estarei em outro estado ((emocional)). 

"Holly: Sabe aqueles dias em que você está "no vermelho"?
Paul: "no vermelho"? É como estar "no azul"?
Holly: Não. Estar "no azul" é quando você está triste (...) Estar "no vermelho" é horrível. De repente você fica com medo e não sabe do que. Quando eu me sinto assim, a única coisa que me faz bem é pegar um táxi e ir a Tiffany's. Me acalma na mesma hora. Aquela quietude e aparência. Nada de ruim pode lhe acontecer lá. Se eu encontrasse um lugar onde eu me sentisse como eu me sinto na Tiffany's, então, eu compraria alguns móveis e daria um nome ao gato."

Diálogo do filme Bonequinha de Luxo - Breakfast at Tiffany's


Preciso encontrar minha Tiffany's... 




Epic