quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Povo burro (ou minha descrença com a humanidade)

Ultimamente tendo visto/lido provas concretas da ignorância das pessoas, especialmente dos divinopolitanos. É tanta desinformação e desinteresse que desanimam... 



O primeiro fato é a conta da COPASA que teve aumento de 50% referente a taxa de esgoto, já que nosso excelentíssimo prefeito cedeu a uma bagatela a concessão para o tratamento do referido esgoto de nossa cidade. Assunto este tratado e debatido e martelado desde 2011, se não me engano. Foi pauta de jornais da cidade e presença constante no Divinews (tem quem goste)... Ainda assim, ninguém sabe, ninguém viu. Chegou ao ponto de eu ler no facebook a reclamação de um professor universitário questionando o fato e se o prefeito reeleito estava a par desta situação... Ok, analisemos os fatos, se você não lê jornal impresso, mas está no facebook, acesso a versão online dos mesmos você tem, então, pfvr, leia e lá você terá toda a informação que precisa (e não precisa). Se o jornal é vendido ou não, a informação está lá, resta a você usar essa coisa cheia de teias de aranha chamada cérebro e filtrar as informações necessárias e ter o discernimento de identificar o que é verdade e o que... huuumm... já estou exigindo demais.

Ignorância tem limite? Acho que não. Ainda dentro do assunto preço da conta da COPASA, hoje foi a vez de ler no facebook (Ele, sempre ele! Seria esta uma prova de que o povo está utilizando esta bela ferramenta para se desinformar ao invés de informar? Ou talvez eu esteja simplesmente acompanhando as pessoas erradas lá.) o "desabafo" de uma (atentem para este fato) ex-candidata a vereadora por Divinópolis que concorreu na última eleição, a mesma eleição que reelegeu o já citado prefeito Vladimir, pivô da revolta contra o valor da taxa de esgoto. Ela disse que "quase sofreu um infarto" ao se deparar com a "conta de água" e que o salário dela seria dedicado apenas ao pagamento das contas de "luz e água" e arrematou dizendo que a presidenta Dilma "ainda diz que vai abaixar as contas".


O que quero destacar é que, esta pessoa, uma vez que intentava representar o povo de Divinópolis na Câmara da cidade, deveria possuir o mínimo de informação necessária sobre o que acontece aqui. Outra coisa, será que ela sabe que foi o prefeito ao qual seu partido fazia parte da coligação o responsável? E que o PT de Dilma, enquanto oposição nesta situação não cansou de bater nesta tecla durante os programas eleitorais (não só o PT, mas toda a oposição)? A pessoa deveria ter ao menos assistido aos programas eleitorais, não é mesmo? Ou quem sabe os debates... Nada? Então, ela não lê jornal e não vê TV? Ainda bem que não teve sequer uma votação expressiva...

Para fechar o dia, uma reportagem no telejornal local mostrava a insatisfação de uma vizinha do canil da SPAD, denunciando a instituição filantrópica e a levando a justiça. A SPAD recolhe e cuida de animais, em sua maioria cães que são maltratados, descartados, abandonados por seus donos, coisa que nenhum órgão municipal se predispõe a fazer. A instituição vive de doações e serviços voluntários. De acordo com a reportagem, a mulher se queixava do barulho dos latidos e do mau-cheiro do local, alegando não poder convidar pessoas a sua casa para comemorações. Ok, até aí tudo bem. Só que o que a matéria esclareceu e também a equipe do SPAD é que o terreno naquela localização foi doado exatamente por não se tratar de uma área residencial na época, ou seja, a mulher quando comprou o lote, sabia o que havia nas imediações... para completar, a vigilância sanitária nunca havia sido questionada quanto a situação do local, só foram até a sede por meio da reportagem e não identificaram nenhum tipo de irregularidade. O que dizer? Iniciativas como o Projeto Vida Animal e o a própria SPAD sobrevivem da boa vontade daqueles que sentem pena ao ver animais que não pediram para nascer sofrendo com abandono, fome, sede, doenças e a maldade de alguns. Agora, se você não pode ou não quer ajudar, ao menos não atrapalhe! A mulher da reportagem fez questão de dizer que não é contra os animais e tudo mais, mas também não a vejo sendo a favor... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Epic